Bella Fiore Decoração de Eventos: Viagens
Mostrando postagens com marcador Viagens. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Viagens. Mostrar todas as postagens

Londres com Crianças - Roteiro Bella Fiore

Estive em Londres em dez/2016 para aproveitar alguns dias de férias com a minha família. Já visitei a cidade várias vezes, mas esta foi a primeira vez que fui com o Bê. Queríamos muito levar ele para Londres, pois considero uma das cidades com mais atrações para crianças da Europa. Além de diversas atividades culturais e ótimos restaurantes, é um dos locais que mais adoro visitar. Escolhemos ir no frio e antes do natal para aproveitar um pouco da alegria e magia das cidades da Europa nesta época; e realmente adoramos. 

Alugamos um apartamento pelo AirBnB e deu super certo (falo mais um pouco sobre isso no final do post). Acredito que vale muito a pena ficar em apt, ou apart hotel, quando viajamos com criança. Facilita a alimentação, ficamos mais confortáveis, temos mais privacidade, e sai muito mais barato. 

Sempre lembrando que no inverno Europeu anoitece muito cedo (por volta de 15:45), e amanhece mais tarde. Isto significa que os dias são mais curtos, e em Londres o sol dá o ar da graça muito raramente. Nós só pegamos um dia de sol, mas isso não nos impediu de aproveitar muito a viagem. Mesmo depois que anoitecia continuávamos passeando e aproveitando. Ainda bem que não estava tão frio, e caminhar na rua era super agradável.

Além dos lugares que já conhecia, pesquisei mais locais específicos para crianças, e ainda tinha a intenção de visitar uns 5 castelos nos arredores. Acabamos desistindo desta ideia para focar mais em Londres mesmo e aproveitar ao máximo a cidade. Abaixo listo os principais passeios que fizemos, um pouquinho de informação sobre cada lugar, e algumas fotos para ilustrar.

Fiz um vlog muito divertido desta minha viagem, compartilhando um pouquinho de cada coisa com vocês, clique aqui e veja!
Para ver outros posts que já fiz sobre Londres, basta clicar AQUI, AQUI, AQUI e AQUI.


Torre de Londres


Construção britânica que possui maior número de histórias. Tem nome de torre, mas na verdade é uma fortaleza e já foi residência real, casa da moeda, prisão, sala de tortura, centro de execuções e zoológico. O Palácio e Fortaleza Real de Sua Majestade da Torre de Londres é um castelo histórico localizado na  margem norte do rio Tâmisa, e para os pequenos é uma aula de história a céu aberto. Bernardo está totalmente na fase de Cavaleiros Medievais, por causa das histórias que contamos para ele (sempre trazemos livros das nossas viagens). Ele adorou ver pessoalmente tudo que vê nos livros. 

Achados de Decoração nos EUA - Target

Quero compartilhar com vocês mais um pouquinho sobre as pesquisas que fiz de tendências de decoração nos EUA, durante a minha última viagem à Orlando. 

Hoje vou falar do Target, a loja mais maravilhosa, completa, espetacular e que nunca quero sair de dentro!  Eu fico enlouquecida com tantas opções de todos os segmentos, além dos preços baixos e super tentadores; realmente dá vontade de comprar tudo. Sempre saio carregada de novidades, e até fiz um vídeo quando estive lá em janeiro deste ano para mostrar em detalhes algumas partes do lugar.

A organização é impecável, e você pode encontrar absolutamente tudo lá; desde comida à eletrônicos, roupas, cosméticos, enfim, TUDO. Desta vez encontrei muitas novidades e fofurices na parte de decoração, tanto de casa quanto de festas; confiram comigo nas fotos abaixo.



Achados de Decoração nos EUA - Visita à Anthropologie

Mais um post da minha viagem aos EUA! Nos momentos em que não estava nos parques, eu estava vendo tudo que há de mais lindo nas lojas de decoração.

Desta vez venho mostrar para vocês muitas novidades e fofurices da loja Anthropologie, tudo é muito encantador. A loja oferece de tudo um pouco, vende roupas e muitos objetos decorativos, inclusive papelaria. Todos os produtos tem seu charme e seu diferencial, da vontade de sair comprando tudo! 

Fiz um vídeo mostrando muitos detalhes e novidades da loja, não aguentei e precisei compartilhar com vocês! Tenho certeza que vão amar e se inspirar, porque todos os produtos desta loja motivam nossa criatividade e logo já imaginamos muitas aplicações, composições e produções, tudo é muito lindo! Confiram

Achados de Decoração nos EUA - Pottery Barn Kids

Passei alguns dias em Orlando este mês para comemorar meu aniversário e relaxar um  pouquinho com toda a família. Claro que nos momentos livres o meu passeio era por lojas incríveis de decoração, e aproveitei para dar uma olhada nas novidades para compartilhar com vocês!

Uma das lojas que mais amo nos EUA é a Pottery Barn Kids ! Lá tudo é visualmente pensado e de muito bom gosto, com design impecável! A loja foca em decoração para ambientes infantis, vendendo desde móveis para quarto, banheiro, sala de estudos, até roupa de cama, roupa de banho, pijamas, bichinhos de pelúcia, bonecas, tapetes, prateleiras, quadrinhos, enfeites e muitos outros objetos para fazer uma composição belíssima e tornar o cantinho do seu pequeno um sonho! 

Fotografei alguns cantinhos da loja para dividir aqui com vocês. No site eles dão dicas de planejamento e te ajudam a escolher os melhores materiais para compor a decoração do ambiente do seu filho. Além também de sugerirem ideias para decoração de Natal, aniversários, chás de bebê e outras festas. Confiram as fotos! 


Roteiro Lua de Mel Lago de Como

O Lago de Como na Itália é um dos lugares mais lindos do mundo! E muitas vezes já ouvi pessoas dizendo que o Hotel Villa D'Este era o melhor hotel do mundo. E sempre deixei meu marido saber que eu tinha sonho de conhecer este lugar (rs). Então ele deixou esse lugar especial para o final da nossa viagem. Mas preciso ser sincera...depois do Park Hotel Vitznau (vejam aqui o post anterior), ia ser difícil algum hotel no mundo ser superior.

Chegamos em Lugano, ainda na Suíça mas com maior parte da população falando italiano, e de lá fomos de carro (transfer) até o Villa D'Este. O Hotel fica na pequena cidade de Cernobbio, umas das muitas cidades do Lago de Como. A chegada é magnífica! Um grande portão se abre para lindos jardins cuidadosamente tratados, e logo se vê o prédio principal. O luxo predomina no local, com lindos ambientes decorados com estátuas de mármores, candelabros, mosaicos, tapeçaria....massss, o hotel é bem velho!! Isto não tira o glamour do lugar, e nem deixaria de indicar um passeio para conhecer. Mas sinceramente não acho que vale quanto custa, especialmente os quartos. Mesmo assim, adorei estar naquele pedaço do paraíso!

Pegamos muitos dias de chuva, mas ainda assim conseguimos conhecer a cidade de Como que fica bem próxima e é linda!! A catedral é belíssima, muitas lojas, restaurantes, e até a melhor sorveteria da vida (a Grom), que já conhecia de Milão. É de lá que saem os barcos para outras cidades do lago que só podem ser acessadas pela água (na verdade até é possível ir de carro, mas você irá levar muitas horas e gastar alguns muitos euros). 

Considerando o tempo que não estava muito bom, e a dificuldade de acessar outras cidades de barco, acabamos ficando mais no hotel mesmo. Acordando tarde, tomando café na beira do lago, lendo, e comendo (muito!). Escolhemos conhecer a cidade de Bellagio, que é considerada a mais bela de todo o Lago de Como. O passeio de barco até chegar em Bellagio é simplesmente um sonho! Durante todo o percurso vemos pequenas cidades que beiram o lago e sobem as montanhas, além de algumas das mais lindas e caras mansões (conhecidas como Villas) da Itália. 

Infelizmente fiquei pouco tempo em Bellagio e não pude conhecer muita coisa na cidade. Mas deixo aqui uma dica preciosa: a cidade é conhecida pela produção de seda, e possui muitas lojas vendendo de lenços à gravatas por preços muito bons. A dica da nossa guia foi a loja Azalea, e eu realmente fiz a festa lá!

Também existem muitas Villas antigas que fiquei louca para conhecer, mas não tivemos tempo. Certamente vai ficar para a próxima. 
Este jardim do Villa D'Este é um show a parte. Tirei inúmeras fotos em frente à este painel de mosaicos

Roteiro Lua de Mel Suiça

No último dia 8 de julho, eu e meu marido completamos 10 anos de casados! Entre namoro, noivado e casamento já se passaram 18 anos; significa que passamos juntos a metade de nossas vidas. Para celebrar este momento, fizemos uma viagem dos sonhos; e pela primeira vez eu não sabia de absolutamente nada! Ele organizou tudo sozinho, com a intenção de fazer algo marcante e que fosse me surpreender (dá pra perceber porque estou há tanto tempo com ele né?).

Trabalhei feito louca no mês anterior para que pudesse me desligar um pouco durante a viagem, e realmente tirar férias (empresária nunca se desliga totalmente). E partimos rumo ao roteiro desconhecido, ao menos pra mim. A única coisa que sabia era que estava calor, mas podíamos pegar períodos de frio leve. E com estas informações arrumei minha mala! 

Apenas depois que o avião decolou em Bsb fiquei sabendo o destino: iríamos para a Suíça, e depois para o Lago de Como. Da Suíça eu só conhecia Genebra, e sempre sonhei em conhecer o Lago de Como, na Itália. Fiquei superrrrrrr feliz com a escolha, e estava muito empolgada para ver a Suíça no verão.

Resolvi dividir este roteiro com vocês porque achei absolutamente perfeito e surpreendente. Busco muitas dicas de viagem em sites e blogs, e já encontrei roteiro fantásticos de pessoas que dividiram suas viagens. Por isso quero também dividir a minha!

Fomos de TAP de Bsb para Lisboa, e de lá pegamos um avião para Genebra. Dentro do aeroporto de Genebra tem uma estação de trem, e lá mesmo pegamos um trem para Lausane. Eu Amoooo viajar de trem! Mas amo de verdade. É impressionante como os trens da Europa funcionam tão bem, são super pontuais, você aproveita a viagem pra ler (o que não dá pra fazer de carro), e ainda curte as paisagens deslumbrantes. Boa parte da Suíça é formada por montanhas e lagos, o que transforma o lugar em um cenário dos sonhos! E quando pegamos dias de céu azul, é de suspirar a cada segundo.

Em Lausanne ficamos em um hotel na beira do lago, e quase não queria sair da varanda que dava para aquela paisagem tão sensacional. Será que era verdade? Foram dias de passeios tranquilos de barco, jantares às 21:00 ainda com a luz do sol (amo o verão europeu), descanso, e aproveitamos para conhecer algumas cidades próximas. Minhas dicas de Lausanne são:

- Vá de barco até o Chateau de Chillon (lindo castelo medieval), e de lá pegue um ônibus para Montreaux (em frente ao castelo tem uma parada). Conheça a cidade de Montreaux, e se quiser ter um almoço inesquecível, vá de táxi até o Hotel Victoria e aproveite o restaurante estrelado do Hotel. É bom fazer reserva antes. O hotel fica no alto de uma montanha e a vista é de tirar o fôlego, além de uma comida maravilhosa;


Compras de produtos para festas nos EUA - Tom Kat Studio

No último post sobre onde comprar produtos para festas nos EUA, vou mostrar um pouco mais sobre a Tom Kat Studio. Quem quiser conferir como foi a minha visita a esta loja linda, onde também conheci a proprietária e super designer Kim Stoegbauer, pode  conferir o vídeo que postei no nosso canal do youtube. 

Infelizmente, logo após a nossa visita, a loja física que fica localizada em Phoenix, AZ, fechou. A Kim me explicou que precisava focar mais na loja online e nas diversas produções que tem feito com empresas super renomadas, como a Pottery Barn e outras. Mas para quem quiser adquirir os produtos da loja online, pode comprar pela internet e enviar para o hotel em que estiver hospedado na sua próxima viagem.

Eu e a Jú da Tom & Sophie adoramos a loja, e de quebra ainda recebi a visita de uma leitora querida! A Ingrid é de Brasília, mas mora no Arizona, e me acompanha pelas redes sociais há tempos. Quando soube que estaríamos na loja, entrou em contato comigo e marcamos um encontrinho. Foi uma delícia receber esse carinho especial!!

Vejam as fotos para terem uma ideia das fofuras que encontramos por lá.

Compras de produtos para festas nos EUA - Michaels

Para quem já viu meu vídeo no canal do Youtube mostrando tudo de lindo que achei na Michaels, este post não terá muita novidade. De qualquer forma, tirei fotos de muitas coisas lindas para mostrar aqui no blog e servir de inspiração para vocês. 

A Michaels é A LOJA para se comprar material para festa nos EUA. Diferentemente da Hobby Lobby, que é mais focada em adornos, é na Michaels que você encontra fitas, colas, utensílios, papéis, pastas, carimbos, e mais uma infinidade de itens para decoração de eventos. É o paraíso de todas as pessoas que amam festas!

Nunca fiquei tanto tempo dentro desta loja, e fiz minhas compras com tanta calma. Fiquei louca por estas caixas grandes que aparecem em uma das fotos, tanto a preta quanto a verde e rosa, mas como faz pra trazer??? Se alguém souber onde vende algo semelhante por aqui me avisem; estou em busca de caixas fofas.

Boa inspiração.

Compra de Produtos para Festas nos EUA - Hobby Lobby

Quem me acompanhou pelo Insta, Facebook, Snapchat, YouTube (Ufa....), ficou sabendo que eu estive em Phoenix juntamente com a Juliana, dona da Tom e Sophie, para participar da Bash, uma conferência super legal para o mercado de festas. O evento durou 3 dias, e chegamos com 2 dias de antecedência para pesquisar tendências e garimpar as melhores lojas em busca de peças e inspirações. 

Esta foi a primeira vez que fui na Hobby Lobby. Geralmente estou viajando com meu marido e meu filho e não tenho o tempo necessário para entrar em uma loja enorme e explorar cada cantinho. Após um dia inteiro de compras, entramos na loja e quase não saímos mais. Não consegui fazer vídeo por dois motivos: 1) fiquei tonta sem saber por onde começar e saía andando que nem uma doida achando tudo lindo 2) após o choque inicial eu percebi que precisava olhar a loja com calma pois não teria tempo de voltar, e ela não ficaria aberta por muito mais tempo (literalmente fechamos a loja).

A tristeza é não poder trazer nada grande, especialmente os móveis. Bem que deu vontade de sair comprando e depois ir atrás de um contêiner e enfiar tudo, mas a razão falou mais alto. Mas peguei muiiiiiitas ideias legais para tentar reproduzir aqui, e comprei o que cabia na mala. Quem não conhece a loja, precisa conhecer. É possível montar desde o quarto inteiro do seu bebê, decorar sua casa, montar basicamente qualquer tema de festa, comprar itens de papelaria, e até tecido.

Eu estou organizando meu escritório, e quase surtei com tanta coisa linda que encontrei por lá. A parte dos quadros, gravuras e pôsters foi a que mais me chamou a atenção; um mais lindo que o outro!!! 

Vale muito a pena a visita, e também acompanhar o IG da loja para ver as inspirações. Seguem algumas fotos do pouco que consegui registrar, mas dá para ter uma ideia.

Bash Conference - A mais importante feira do mundo para profissionais do mercado de decoração




Primeiramente, feliz ano novo para todos que sempre passam por aqui. Que 2016 seja um repleto de aprendizado e grandes realizações.

Não tenho conseguido atualizar, e especialmente escrever no blog há algum tempo. Meu foco neste ano que passou foi a finalização do nosso livro, o que consumiu grande parte do meu tempo  e exigiu dedicação. Estamos no finalzinho na fase de diagramação, e em breve divulgo para vocês a data de lançamento e os pontos de venda. Posteriormente farei um post e um vídeo explicando melhor sobre o que esperar deste trabalho e como o material pode ajudar você a profissionalizar seu negócio, ou se tornar uma grande anfitriã.

Hoje quero falar sobre a Bash Conference, uma conferência voltada para profissionais do mercado de festa, bloggers, organizadores de eventos, designers, e pessoas que buscam o sucesso nestas áreas. O evento será realizado em Phoenix, Arizona (EUA), no Arizona Grand Resort and Spa, com uma intensa programação durante 3 dias que engloba os mais diversos assuntos.  

E querem saber o melhor? EU ESTAREI LÁ MOSTRANDO TUDO PARA VOCÊS!!!

Como já adiantei no YouTube, 2016 será um ano de vários novos projetos para a Bella Fiore. Além do lançamento do livro, teremos o nosso primeiro workshop em SP, e inauguramos nosso canal de vídeos onde quero compartilhar meu conhecimento, ensinando como proporcionar momentos inesquecíveis através da decoração. 

Para crescer pessoalmente e profissionalmente, é preciso inovar, aprender, sugar conhecimento dos maiores experts em suas áreas, estudar, pesquisar, e sempre buscar se destacar. Como? Oferecendo mais ao seu cliente, e aplicando a cada dia tudo que aprendeu. Acredito que para se obter sucesso nesta, ou em qualquer área, é preciso amar e acreditar no que faz, respaldando suas ações em experiência, formação,  e reciclagem. 

Quero adquirir ainda mais conhecimento neste evento, não só para aplicar na minha empresa, mas para compartilhar tudo posteriormente com vocês. Segue então uma lista do que esperar da Bash Conference:

1. Conhecer e fazer contato com especialistas do mercado de festas, sempre buscando parcerias e oportunidades;
2. Dicas e ferramentas para transformar sua paixão em um negócio de sucesso;
3. Fazer contato com diversas marcas e fornecedores, buscando parcerias e construindo redes de contatos;
4. Técnicas atualizadas para utilizar o blog e as redes sociais em benefício do seu negócio;
5. Aprender estratégias de marketing para promover o seu negócio de maneira correta e em busca do sucesso.
Espero vocês comigo nesta jornada,  acompanhando as novidades  pelas nossas redes sociais. Aguardem muitas novidades. Assistam o vídeo no nosso canal do YouTube para entenderem melhor sobre o evento, e se inscrevam para receber novidades.

Paris com Crianças - Ensaio Mãe e Filho

E então chegamos em Paris!!! Para as muitas pessoas que me perguntaram: não gente, eu não levei um fotógrafo comigo para fazer um ensaio na França. O Giu Morais é um super fotógrafo, que já fez trabalhos maravilhosos junto com a Glau da Quitandoca e registrou várias festas que decorei. 

Ele viu pelo Facebook que eu estava na França e me mandou uma mensagem perguntando se eu iria para Paris. Eu e o Bê fomos sozinhos de trem pela manhã e chegamos por volta da hora do almoço. Foi o tempo de comer alguma coisa e nos encontrarmos com o Giu e sua esposa Jú na pirâmide do Louvre, e a partir daí foi pura felicidade. 

Poder registrar momentos que não voltam mais, com o meu filho, e nesta cidade linda que eu amo de paixão foi uma das oportunidades mais incríveis que já tive. Deixo aqui meu imenso agradecimento ao Giu por este presente, e por estas lindas fotos, que quase fazem chorar de tão lindas. O problema é que agora viciei; quero fazer ensaio em todos os lugares!!!

Hoje vou mostrar as fotos deste dia, mas faço outro post com as dicas dos parques e passeios com crianças em Paris.

França com crianças - Lyon (Parte II)

No segundo post sobre Lyon vou falar um pouco da cidade e do que vimos por lá. Andei muito a pé pelas ruas, e até consegui fazer umas comprinhas. O esquema era assim; bota o menino no carrinho, dá o celular pra ele se distrair, cata umas roupas em 10 minutos (máximo) e leva tudo sem provar. Ah, e reza pra não ter fila no caixa, senão a criança começa a fazer aquela birra dizendo que quer ir embooooooooora e aí você tem que largar tudo lá!!

Mas o legal de Lyon é que em toda esquina tem uma playground. Então toda hora eu dava uma parada no parque, o Bê brincava até cansar, e eu sentava no banco feliz pra descansar. Depois íamos andando de novo. Em um dos dias resolvi subir até a Basílica de Notre Dame de Fourviére. Fica em uma parte bem alta da cidade, e para chegar lá você precisa pegar um bondinho. O que eu não sabia é que o bonde faz várias paradas antes (achei que só era uma), e daí já fui descendo na primeira. O negócio é que ainda estava muito longe da igreja, e quanto mais eu subia ladeira mais ladeira tinha pra subir; empurrando o carrinho!!! Cheguei lá em cima acabada, mas pelas fotos que mostro abaixo, a vista e a igreja compensam o esforço.

Na mesma época que estávamos em Lyon, estava acontecendo o festival de flores anual, e todos os cantos da cidade estavam cobertos de rosas. Os produtores locais faziam exposições nas fontes, estátuas, lojas, etc. A cidade estava ainda mais linda.

No domingo de tarde fomos ao Parc La Tete D'or. Já havia pesquisado antes da viagem e estava super ansiosa para ir neste parque com o Bê, e foi melhor ainda do que eu esperava. Na verdade precisaria de uns 3 dias inteiros para ver o parque todo! Logo na entrada a nova descoberta favorita do Bê: Carrossel!! Ele dava umas 10 voltas seguidas, ia trocando de lugar, e só saía porque era obrigado. Dentro do parque, um show de atrações e beleza. Um lago lindo com pedalinhos e barcos para passear quanto tempo quiser, chegar bem pertinho dos patos, e deixar eles comerem na nossa mão. 

Um zoo em meio ao parque. Não é fechado, é no meio do parque mesmo. Você está andando e de repente vê uma girafa, um jacaré, um leão...nem consegui ver todos os bichos. Um trenzinho vai dando voltas no parque e te leva de um canto ao outro, porque fazer ele todo a pé é basicamente impossível. Como era domingo e verão, estava super lotado, com muitas filas e até congestionado. Mas por outro lado estavam acontecendo várias atividades relacionadas ao festival das flores, com muitas atividades para crianças. 

Saímos de lá às 20:00, com sol ainda, mas a maioria das atrações já haviam fechado. Nunca vou esquecer que o Bê me disse na saída: "Mamãe, hoje foi um dia muito feliz, você me traz aqui de novo um dia?". Espero muito poder voltar!!!

França com Crianças - Lyon

Estou aqui em SP, em meio a cursos, reuniões, e preparando muitas novidades para vocês.

Mas como prometi, segue a continuação dos posts sobre a minha viagem para a Europa com o Bê. Ainda recebo perguntas pedindo dicas de locais e dicas práticas de como foi viajar com uma criança de 3 anos pela Europa.  Já fiz um post mais geral, e falando de como foi em Turim, nossa primeira parada.

De Turim seguimos para Lyon, na França, de carro. Eu já tinha passado por Lyon em outra viagem, mas não conhecia bem a cidade, e fiquei muito impressionada. No caminho, a paisagem é linda, com diversas cidadezinhas e os alpes franceses enfeitando o percurso. Paramos em uma cidade chamada  Chambery,  onde ficava o Santo Sudário antes de ser levado para Turim. O dia estava lindo e rendeu belas fotos.

Chegando no hotel de Lyon, já avistei uma praça fantástica cheia de fontes, parquinhos e restaurantes em volta. Depois do perrengue diário que era fazer o Bernardo almoçar, botei ele no carrinho e fomos andar. O Bê não anda mais de carrinho, mas em viagem é SUPER importante, já que a criança não consegue andar muito, e ainda serve para carregar sacolas! rs

Andei, Andei, Andei, até não aguentar mais. Paramos para tomar sorvete, fizemos compras (pra ele, que descia do carro e entrava na loja na maior cara de pau e ia escolhendo roupa, sapato, chapéu), e terminamos o passeio no playground do lado do hotel.

Ah, aproveitei para comprar um chip francês para meu telefone com pacote de dados. Sempre faço isso quando viajo. Custou 30 Euros e durou a viagem toda, com uso de internet liberado, ligava do whatsapp para o Brasil sempre que queria, e usava o GPS para me localizar.

Dia seguinte entrei no tour histórico. Fomos em duas abadias, uma eu já conhecia, mas a outra não, e era imperdível. Começamos pelo Monastério de Brou . Disse para o Bê que iríamos ver um castelo, então ele quis usar a roupa de cavaleiro!!! O tour, em francês, foi naquele esquema; tive que me afastar após os primeiros dois minutos quando ele começou a perguntar: "Mamãe, porquê os cavaleiros morreram, porquê, porquê???". E daí eu entrava, olhava, saía, ia na loja, ia no claustro...deu pra conhecer o local, mas não muito a história.

De lá fomos almoçar em uma cidadezinha chamada Vonnas. Sabe aquelas coisas que só se encontram na França? A cidade é basicamente formada pelo complexo hoteleiro e gastronômico do chef George Blanc, sendo que um dos restaurantes tem 3 estrelas no Guia Michelin. Claro que não fomos lá!! Fomos ao lado, no L'Ancienne Auberge, lugar lindo, super agradável, e cheio de espaço para crianças. Foi o único dia que o Bê comeu bem, pois lá tinha arroz! Ainda demos a sorte de o chef vir na nossa mesa nos cumprimentar, e dei uma de tiete posando para foto! rs

A próxima parada foi a Abadia de Cluny, que eu já conhecia, então fiquei mais passeando e passando o tempo com o pequeno. Esta Abadia é um dos lugares mais impressionantes da França, e vale muito a visita.

Ainda passamos na cidade de Ars, e após quase 12 horas de passeios, voltamos para Lyon sem grandes problemas. Neste dia eu e minha sogra tínhamos reserva no Paul Bocuse, restaurante do famoso chef que possui sede em Lyon. O dia terminou com um jantar maravilhoso e muitas lembranças.

Neste dia fiquei orgulhosa do pequeno. Ele ficou longos períodos no carro sem reclamar, curtiu os passeios, adorava comprar livros de colorir e brinquedinhos de madeiras nas lojinhas das abadias, e foi ficando mais curioso e impressionado com as histórias de castelos e cavaleiros medievais. Acredito que é possível levar crianças neste tipo de passeio, sempre respeitando o tempo dela. Mesmo que ele nunca se lembre desta viagem, um dia irá ver as fotos e saberá da grande oportunidade que teve, aos 3 anos de idade, de conhecer lugares tão fabulosos e abençoados.

Dia seguinte foi dia de ir à missa, a passar a tarde em um dos parques mais maravilhosos do mundo. Este fica para o próximo post!

Amamos as lojinhas de conveniência das estradas francesas

Europa com Crianças - Parte I Itália (Turim)

Muitos viram no Instagram que há algumas semanas atrás eu estava viajando com meu filho pela Europa. Fomos para Turim, Lyon e Paris. Esta foi a primeira vez do Bernardo na Europa, mas ele viaja comigo desde bebê. Várias pessoas me pediram dicas pelo blog e pelo Instagram, por isso achei melhor fazer um post contando da minha experiência.

Eu nunca tive receio de viajar com criança! Sempre achei que teria muitos filhos e já ficava pensando na logística. Até agora só tive um (não por opção) e tanto eu quanto meu marido gostamos muito de viajar com ele, apesar da canseira. Levei ele para SP quando tinha só 2 meses, e com 7 meses já estava conosco em Miami. Ele adora viajar e se adapta bem a novos lugares, mas meu problema com ele sempre foi comida.

Até o ano passado, quando passamos 20 dias nos EUA, eu sempre ficava com ele em apartamento e fazia a comida, colocava em uma térmica e levava comigo. Por um lado era trabalhoso ter que fazer a comida, mas por outro era cômodo pois podia dar o almoço em qualquer lugar e qualquer hora, e podíamos almoçar onde quiséssemos sem a preocupação do que a criança ia comer.

Desta vez não tive esta opção, e também já passou da hora do menino começar a comer o que tiver no restaurante né? Mas foi um stress! A comida na Europa é muito diferente da que ele está acostumado em casa, e o Bernardo não come bem; só pensa em doce! Na Itália não queria saber de macarrão com molho, e basicamente ficou a base de pão. Na França eu tentava pedir purê de batata com frango, mas ele só comia com brigas e ameaças. O único dia que comeu bem foi em um restaurante que encontrei arroz.

Ir em restaurantes da Europa com crianças é bem complicado. Em Miami nós sempre levamos, até em em alguns que não são tão children`s friendly, e apesar de uma birra ou outra nunca senti que estava incomodando. Mas na Europa é raro ver crianças em restaurantes, e elas são acostumadas desde bem novas a falar baixo e se comportar. Já eu, passava o tempo inteiro repetindo: "fala baixo Bernardo, senta direito, fala baixo, olha a confusão, comeee!" Resolvi que quanto menos fosse em restaurantes, melhor seria.

Já na França, comecei a ir naqueles cafés mais turísticos, sentar do lado de fora, e comer crepe e sanduíche de queijo. Tentava fazer ele comer ao menos um pedaço de carne ou frango de vez em quando, mas sem arroz ficava difícil. E dava bastante leite de manhã e de noite; quer dizer, bastante não pois ele também não toma muito leite (isso mesmo), mas colocava muito pó para pouca água. Ah, e não vamos esquecer dos biscoitos!!! Era biscoito de manhã, de tarde e de noite!

Bom, desculpem as que irão me achar uma péssima mãe por deixar o menino à base de pão, crepe biscoito e suco de laranja artificial por 12 dias, mas realmente não tinha muita escolha. Cada um deve ver o que é melhor de acordo com cada caso e cada criança. Esta foi minha experiência.

Bom, daí tenho que falar também das birras né?! Criança de 3 anos, super voluntarioso, chega em um lugar novo e com 5 horas de diferença de fuso horário. Além das birras na hora de comer, tinham também as birras para não sair do parque, para fazer o que queria na hora que queria, para fazer o que não podia, coisas de criança. Agora, quando as birras são públicas, e especialmente na França, onde tudo é muito formal, você fica com a cara de morta de vergonha. Alguns dias eu era mais paciente, outros nem tanto. Mas mesmo com os perrengues, valeu muito a pena e faria de novo.

Eu estava viajando com meus sogros, e meu marido não pôde ir. Então era eu e o Bê 24 horas grudados, dormindo na mesma cama, sem pausa para descanso. Meus sogros tentavam ajudar, mas ele só queria a mamãe. E quando ele dormia, eu ia trabalhar, pois em Brasília eram 5 horas a menos e meu celular não parava de receber mensagens, computador lotado de e-mails, e várias festas para organizar que aconteceriam assim que voltasse. Já era início do verão, e o sol só ia embora lá pelas 9:00 da noite, e o Bê não queria saber de dormir enquanto não anoitecesse. Então o dia era longo, e pra mim só terminava depois da meia-noite.

Mas vamos para a parte boa né? Os passeios. Alguns dias consegui fazer passeios mais culturais, mas respeitando o tempo dele. Não dá para ficar 3h em um tour dentro da Igreja com uma criança de 3 anos né? Então eu entrava, conhecia, ia lá pra fora, ficava na lojinha, voltava, e dava certo. Tentava revezar um dia de passeio cultural, com um dia de atividade infantil só eu e ele.

Basta procurar, que em qualquer cidade você irá encontrar um belo parque, um playground legal, uma loja de brinquedos diferente. Ficamos só 3 dias em Turim, e não vi quase nada pra criança na parte que eu estava na cidade. Meu marido encontrou o Parco Del Valentino no Trip Advisor e passamos um dia inteiro por lá; precisava de mais tempo para ver tudo. De longe um dos parques mais lindos que já vi na vida, e o mais interessante é que possui um a reprodução exata de castelo medieval, construído com todos os detalhes da época dos cavaleiros. Até as lojinhas lá dentro parecem lojas de outra época, e o passeio pelo castelo é muito interessante.

No parque, dá para alugar aquelas bicicletas duplas (que eu pedalei sozinha carregando o menino de 14 kg e quase morri) e andar o parque todo. Tem parque de diversões, playground, vários locais para comer, lago, jardim japonês, área de picnic...Um lugar realmente lindo. 

Como não fiquei mais tempo em Turim, não conheci outros locais para indicar que sejam legais pra crianças, mas este parque já valeria a viagem. Ah, e quem for a Turim não pode deixar de visitar os cafés centenários da cidade, e o mercado gourmet Eataly. Recém-inaugurado em SP, o de Turim foi a primeira unidade a ser lançada e é um lugar imperdível.

Vejam algumas (muitas) fotos.

No centro de Turim; as fontes eram uma alegria

Fortnum & Mason - Minha loja Preferida em Londres

Estive em Londres há exatamente dois anos atrás, e retornei na última semana para alguns dias de descanso (ou não!). É uma cidade com tantas opções de coisas para ver, fazer e comer, que a gente não para muito para relaxar. Fiz vários posts sobre minhas lojas preferidas (basta clicar Londres no campo "pequisa"), e hoje vou repetir o post da Fortnum & Mason, minha loja favorita, com algumas novas fotos. Vejam:


A última das lojas de departamentos que vou indicar em Londres é umas das lojas mais maravilhosas do mundo (especialmente para uma pessoa como eu que adora comer). É considerada uma das mais antigas e tradicionais lojas de Londres, e sempre esteve localizada no mesmo prédio, o número 181 da Picaddilly. De longe se pode ver o belo relógio de 4 toneladas que embeleza a fachada da loja, e ao se aproximar você cairá de amores pelas vitrines luxuosamente montadas.

Famosa por ser fornecedora oficial da família real há muitas gerações, os produtos encontrados aqui são da mais alta qualidade, e a variedade nos deixa até confusos. O chá da tarde servido na loja está entre os mais concorridos de Londres, e os cinco restaurantes situados no prédio oferecem pratos preparados com muitos dos produtos vendidos na loja.

Além das delícias, aqui você também encontra roupas, acessórios, cosméticos produtos infantis e louças maravilhosas. Esta é sem dúvidas uma das minhas lojas preferidas, EVER!

Algumas fotos.

Miami - Onde se hospedar com crianças pequenas

As férias chegaram!!! Eu estou agora em Londres, curtindo um friozinho gostoso. Nas férias de junho estava em Miami com a minha família, e a pedido de algumas leitoras vou falar um pouco sobre os  lugares que sugiro para se hospedar com crianças pequenas.

Quando fui com o Bernardo para Miami pela primeira vez ele tinha apenas 6 meses, sujava muitas roupas e ainda comia papinha. Queria alugar um apartamento para facilitar tudo isso, e como estava indo com meus pais seria melhor ficarmos todos juntos em um apartamento de 2 quartos. Tive um certo trabalho para encontrar um apartamento que pudesse alugar por curta temporada, e esta é a principal dica que queria passar para vocês.

Entrei no site Homeway e encontrei um apartamento ótimo, onde queria e com preço bom. Fiz contato com a pessoa, que era a esposa do dono, tirei as dúvidas, acertei e passei os dados do cartão de crédito. Depois que já estava tudo certo, a pessoa me manda um email dizendo que ninguém podia saber que eu estava pagando pelo apartamento, que se alguém perguntasse eu era uma hóspede convidada, e que nem podia passar pela front desk!! Como assim? Para melhorar a história, meu marido colocou o nome da mulher no google e descobriu que o marido dela, dono do apartamento, estava PRESO na Espanha por fraude!! Resumo, cancelei tudo e fiquei furiosa.

Foi aí que descobri que em Miami (e em vários outros lugares nos EUA) não é permitido alugar apartamentos residenciais por curta temporada. Somente alguns apartamentos, que geralmente são interligados a hotéis, podem ser alugados legalmente. Depois deste fiasco, me informei bem dos que podiam ser alugados e acabei decidindo pelo Viceroy.

- Viceroy Miami: Queria ficar em downtown, que é a melhor região na minha opinião. Não gosto de praia, então o centro para mim é ideal por ficar com fácil acesso para tudo, além de ter diversos supermercados, parques, e alguns dos melhores restaurantes da cidade a poucos passos. O Viceroy é um complexo com hotel, residências, restaurantes, spa e muitas outras comodidades.

Alugando um apartamento lá você pode desfrutar de toda a estrutura do hotel, e acho a localização imbatível. Fica em Brickell, ao lado da ponte de acesso para Brickel Key uma ilha exclusiva onde está localizado o hotel Mandarin Oriental (o restaurante Azul, que fica no hotel, é o melhor da cidade), e possui a melhor pista de corrida que existe. Á beira da baía, super arborizada, com parquinho para crianças e visita dos golfinhos de vez em quando. Amo correr lá!

O apartamento é bem modernoso mas todo equipado. Possui máquina de lavar e secar, cozinha completa, todas as louças, banheiro ótimo, e uma vista inesquecível. Fiquei lá duas vezes. Na primeira aluguei pelo próprio site, e na segunda direto do proprietário de uma das residências.

- Marriott Marquis: Fica quase em frente ao Viceroy, praticamente na mesma localização. Quando vou sem o Bernardo costumo ficar lá. É um excelente hotel, com quartos e banheiros enormes e vista maravilhosa. O preço é muito bom comparado aos hotéis de South Beach e fica em uma ótima localização, perto da saída para a estrada que vai para todos os lugares de interesse. Quando estive lá em novembro vi que estão finalizando um Whoole Foods bem em frente; agora que vai ficar perfeito mesmo.

Estes são os locais que já fiquei e posso atestar. Sei que em downtown também existe um Hilton que possui residências para alugar, mas é bem mais velho. Em Sunny Isles tem o Trump Tower e o Marenas Resort, que também alugam por curta temporada.

Em termos de hotéis, a cidade tem para todos os gostos e bolsos. Tudo depende de onde deseja ficar. Para quem deseja ficar em Palm Beach, ou ao menos passar o final de semana por lá, vale a pena conferir o The Breakers. Estive lá para conhecer e fiquei impressionada com a estrutura do hotel; parece um palácio.

Seguem algumas fotos.

A sala de jantar de uma das unidades que alugamos no Viceroy


Miami com Crianças - Key Biscayne

Estava devendo um post falando das minhas dicas de programação infantil em Miami. Quem me segue no Instagram viu que eu estava lá na semana passada, mas desta vez não levei o pequeno. Em junho passei duas semanas na cidade com meu marido, meu filho e minha mãe, e curtimos demais. O bom de Miami é a diversidade de atividades para fazer com crianças, mas também a possibilidade de aproveitar bons restaurantes e passeios legais.

Meu roteiro foi resultado de muita pesquisa na internet, de dicas de amigas que já tinham ido com os filhos, e do tipo de atividades que gostamos de fazer. Fazer passeio para ver crocodilos, por exemplo, não é pra mim, mas muitas pessoas indicam. Tenho muitas dicas e dezenas de fotos, e vou separar os posts para não ficarem muito cansativos. Hoje vou falar de Key Biscayne.




A Ilha de Key Biscayne fica muito próxima de onde costumamos nos hospedar (downtown), o que facilita bastante o acesso a um dos melhores playgrounds de Miami. Não sei se o parque tem nome, mas é muito fácil de encontrar! Passando pela ponte em direção à Key Biscayne, basta seguir reto, passando pelo Miami Sea Aquarium e logo verá o parque à sua direita. Tem parquinho para crianças menores e maiores separados, quadras de esporte, pista de corrida, mesas para picnic, fonte, banheiros...a estrutura é incrível.

- O Miami Sea Aquarium é um passeio imperdível. Além de um lindo aquário com peixes das mais variadas espécies, o local conta com vários shows, incluindo a famosa apresentação das baleias, dos golfinhos e dos leões marinhos. Verifiquem o site antes de programar o passeio para confirmarem os horários das apresentações. O parque é bem grande e possui muitas atrações, contando também com parquinho de areia e vários restaurantes.

Picnic no Jardim Du Luxembourg - Paris

Eu sou daquelas românticas, que adora fazer um picnic quando estou em um lugar diferente. É uma maneira de comprar e provar os produtos locais, aproveitar os lindos jardins espalhados pelo mundo, e conversar sem se preocupar com nada.

Na última vez que estive em Paris com meu marido, fizemos um picnic no Jardin du Louxembourg. Considero este lugar um dos mais bonitos do mundo, e como fomos no verão, estava lotado de pessoas também fazendo picnic, passeando com os filhos e aproveitando o lindo dia.

E a logística para fazer um picnic em Paris? Onde comprar os produtos? Como levar? O que levar? Este é o assunto do post de hoje.

Existem várias lojas espalhadas pela cidade para comprar queijos, geléias, pães, frutas, vinhos e o que mais precisar. Inclusive já fiz um post aqui com as principais lojas gourmet em Paris. Minha preferida é a Le Bon Marché Epicerie, por ser a mais completa em todos os sentidos. Também gosto muito da Fauchon, que possui alguns pratos já prontos para comprar e levar, e embalam os queijos a vácuo, minimizando o forte cheiro que deixa no frigobar do hotel caso precise deixá-los guardados até o dia seguinte.

Quanto aos materias para levar (pratos, copos, talheres), indico a Galerie Lafayette Maison. No subsolo da loja, onde são vendidos os itens de cozinha, podemos encontrar materiais descartáveis de alta qualidade. Por lá você também encontra toalhas, cestas e sacolas para levar o que precisar para o parque ou outro lugar que escolher.

Minha dica para sobremesa é comprar os macarons da Pierre Hermé, os melhores na minha opinião. Vendem na Galerie Lafayette e em várias lojas espalhadas na cidade, mas existe uma loja bem próxima do Jardim du Louxembourg. 

Depois é só aproveitar! E quem seguir esta dica, volta aqui para me contar o que achou.

O caminho para o Jardim

Dicas de Restaurantes em Miami

Certamente a internet está lotada de posts com dicas de restaurantes em Miami, mas mesmo assim gostaria de registrar aqui a minha contribuição. Adoro Miami por ser um grande playground para crianças, e adultos. É uma cidade linda, cheia de atividades para todos os gostos e com restaurantes fantásticos. Hoje vou mostrar alguns dos que já fui e minhas impressões, e na minha ordem de preferências.


    Zuma: O Zuma é um dos restaurantes mais badalados de Miami, e de cozinha oriental. Na minha opinião, se for para escolher só um restaurante para ir na cidade, este é o local. Até meu marido que não come nada de frutos do mar se esbalda quando vamos lá. Os pratos são na verdade mini porções para serem divididas, mas como só eu como frutos do mar, como tudo sozinha mesmo! Minhas recomendações são o Black Cod e a sobremesa carro chefe da casa, este bolinho de chocolate que parece um Petit Gateau, e é bom demais!

Dicas de Restaurantes em Nova Iorque (NY)


Tive a oportunidade, e o prazer, de visitar NYC muitas vezes, e posso dizer que é umas das minhas cidades favoritas no mundo. Quando o assunto é comer bem a cidade é referência! Por lá encontramos comidas de todas as nacionalidades, alguns dos melhores restaurantes do mundo e tesouros escondidos que vamos descobrindo a cada visita.
Eu e meu marido fomos para lá em março, com o plano de comer até cansar (kkk). Tínhamos jantares marcados para todos os dias em restaurantes super estrelados, e levei comigo uma lista de ouro de lugares tops e nada turísticos feita pela minha amiga Raquel Salaro da Chá das Duas (foodie assumida, e magérrima – não sei como!). Na lista que ela me passou os restaurantes estavam separados por bairro, tipo de refeição, e com a indicação do que tinha de melhor para comer lá! Demais, não acham?
Dentre alguns que já conhecia e os novos que vi nesta viagem, hoje vou dividir com vocês os restaurantes que merecem destaque. Não consegui fechar minha lista, já que meu marido teve de voltar no meio da viagem e cancelamos metade das reservas! Vamos lá?

Para Café da manhã:

-      Levain Bakery: Na verdade não fui nesta, mas vi ótimas recomendações, especialmente dos cookies;

-       Maison Kayser: fica pertinho do Columbus Circle, eu sempre passava por lá e não dava bola. O lugar é ótimo, tudo delicioso, espaço muito agradável e localização maravilhosa. Não percam a Tartine de Morango com Nutela (dica da Raquel); comi e fiquei querendo mais!

Posts relacionados